skip to Main Content

Recuperação de Créditos Fiscais

É possível solicitar a recuperação tributária dos impostos pagos a maior ou indevidamente. Sabemos que a carga tributária é muito alta e complexa e que é comum que micro e pequenas empresas afetem seus fluxos de caixa com erros dessa natureza.

A não segregação das receitas decorrentes da venda de produtos sujeitos à tributação Monofásica ou à Substituição Tributária do PIS/Pasep e da COFINS, o ISS retido na fonte por conta de serviços prestados em municípios distintos do local do prestador, costumam trazer problemas para as empresas.

Na análise documental é essencial para verificar é essencial verificar o NCM, cálculo do imposto no ICMS ST, CFOP utilizado, data da venda. Esses pequenos detalhes podem ser responsáveis pela saída de muitos recursos financeiros da sua empresa.


Posso receber o que minha empresa pagou indevidamente?

Sim pode! Muitos contribuintes estão conseguindo repor seus fluxos de caixa com a restituição dos impostos pagos erroneamente. Caso a empresa já possua débitos, a Receita abaterá estes, pagando as diferenças positivas se houver

Minha empresa pode ser fiscalizada?

O fisco também utiliza ferramentas tecnológicas para fiscalizar as empresas. Sem procedimentos de cadastro de produtos e serviços adequados, armazenagem de documentos fiscais eletrônicos e apuração de impostos em conformidade com a legislação, sempre haverá risco de fiscalizações por período igual a cinco anos. De qualquer forma recuperar impostos pagos a maior ou indevidamente não é o mesmo que trazer o fiscal para a sua empresa. Mas nem por isso você deve fazer o trabalho sem base legal e sem assertividade. Nossa consultoria disponibiliza toda base documental utilizada na prestação de serviço, a fim de comprovar o porquê foi feita a restituição do Simples Nacional.

Quais os principais motivos?


Bitributação – Impostos pagos em outra etapa da cadeia acabam sendo pagos novamente (ICMS e PIS/COFINS);


Erro na classificação fiscal dos itens, registro de compras, vendas e estoque;


Desconhecimento dos benefícios previstos na legislação ou carência de atendimento consultivo com foco na redução dos impostos.

Back To Top